Categories
Autoconhecimento

O que é trabalhar como uma leoa?

Compartilhe esse post nas suas redes sociais

O que é trabalhar de forma eficiente pra você?

Será que é produzir uma quantidade X pra cada hora de dedicação? (E atire a primeira pedra quem nunca parou pra fazer alguma tarefa – no meu caso, escrever -, passou duas horas olhando pra tela e, no fim, só conseguiu produzir meia página de palavras com qualidade duvidosa.)

Enfim. A maioria de nós gosta de pensar que a relação entre trabalho e resultado é linear. Então se trabalhássemos por 2 horas, conseguiríamos o equivalente a 2 horas (dã!) de resultados. Só que nem sempre isso acontece.

Segundo o investidor e empreendedor Naval Ravikant:

“Resultados são não-lineares e baseados na qualidade do seu trabalho. O jeito certo de trabalhar é como um leão.”

(Obviamente adaptei essa frase pra “leoa” aqui, mas isso fica entre nós)

O trabalho duro e focado é importante, mas ainda mais importante é entender NO QUE devemos trabalhar, quando e com quem. O ideal é procurar atividades que, com poucas horas, consigam resultados ainda mais altos.

“Tá, Melina…” Você pode se perguntar. “Mas afinal, o que é trabalhar como uma leoa?”

Você não precisa sintonizar no Animal Planet pra descobrir, colega primata!

Leoas passam de 16 a 20 horas do dia descansando e dormindo. (Se você tem um gato, já deve ter sentido a vibe)

Elas sabem qual é o melhor momento de caçar, e não se preocupam em mover um músculo antes disso. Como não desperdiçam energia, quando finalmente chega a hora de ir atrás da janta, as leoas estão cheias de energia, coradas e prontas pra arrasar.

É exatamente assim que nós devíamos abordar nosso trabalho.

Trabalhar menos. Descansar mais.

Dar o nosso melhor e depois nos recuperar – quase como se fôssemos atletas de elite.

Nas palavras de Naval:

“Você corre um sprint, depois descansa, reavalia sua estratégia e tenta de novo. Assim você pode até correr uma maratona de sprints.”

“Sprints, Melina? Por que você acha que eu preciso de MAIS UMA analogia?”

Pois é, pois é… Mas fique comigo que eu vou explicar tudo.

Quando falamos de atividades analíticas ou criativas, sprints têm tudo a ver com o conceito de trabalho focado popularizado por Cal Newport. Isso quer dizer que você vai levar sua capacidade cognitiva ao limite, sem ceder a distrações, de forma a criar valor, ampliar suas habilidades e alcançar resultados difíceis de conseguir de outra forma.

Ou você acha que um grupo de leoas caçando para pra checar as mensagens no Whatsapp ou ver quem curtiu sua nova publicação no Instagram?

Não, né?

Mas do mesmo jeito que a gente não consegue correr a toda velocidade por taaaanto tempo, também é impossível sustentar esse tipo de foco por 8, 9, 10 horas por dia.

O limite é muito menor. Segundo Newport no livro Trabalho Focado, isso acontece de 1 a 4 horas.

Então depois do seu sprint, o ideal é d-e-s-c-a-n-s-a-r.

O que é trabalhar de forma eficaz se a gente não SE PREPARAR pra dar o nosso melhor? Se você correu a toda velocidade, pode se deitar numa rede e olhar o céu.

Eu espero de verdade que você não se transforme numa daquelas pessoas que estão “ocupadas demais pra comer.”

A gente construiu essa narrativa ao redor do trabalho duro onde sacrificamos nosso sono, nossa nutrição e nossa saúde em troca do sucesso.

Só que eu preciso te contar essa fofoca: pra performar num nível de elite, você precisa aprender a se permitir curtir uma caminhada longa / cochilo / exercício / leitura / reflexão ao som de Luedji Luna (trilha sonora opcional, mas altamente recomendada).

Durante esse tempo, é super importante avaliar o que tá dando certo nos seus esforços e como você pode melhorar.

Só aí é a hora de agir mais uma vez.

Quer deixar sua marca em qualquer conteúdo que você escrever?

Se inscreva nesse mini curso gratuito pra descobrir como usar sua voz e se destacar num mundo que não para de falar.

Você vai receber todo o conteúdo diretamente na sua caixa de entrada, 2x / semana, junto com exemplos e exercícios. Tudo isso de uma forma simples e fácil de digerir.

Inscreva-se agora:
Marketing por

Compartilhe esse post nas suas redes sociais

Leave a Reply

Your email address will not be published.